Museu de Arte da UFPA

X CBHE

O Museu de Arte da Universidade Federal do Pará foi criado na década de 80 para identificar, difundir, preservar e valorizar a produção artística regional e nacional. O prédio escolhido para sediá-lo demonstrava uma rara atenção a arquitetura eclética que surgira na Amazônia como uma das mais importantes decorrências do chamado ciclo da borracha.

Tendo como primeiro ocupante o governador Augusto   Montenegro, de quem adquiriu o nome pelo qual se tornou conhecido: Palacete Montenegro, o edifício foi projetado pelo engenheiro Filinto Santoro por encomenda do próprio governador. Formado pela Real Escola de Nápoles o projetista buscou referencias no renascimento italiano e importou, exclusivamente de seu país de origem, os materiais para a execução da obra. As grades, do gradil externo e das esquadrias, elementos decorativos e luminárias externas foram trazidas de Milão, os mármores são também italianos, inclusive o dos capitéis das fachadas.

Alguns elementos decorativos das fachadas, “putti”, leões e florões em massa, podem ter sido executados no local, porém certamente com moldes ou desenhos de projeto.  Nos anos 60 a residência foi comprada pela Universidade Federal do Pará para ser a sede da Reitoria. Em 2003 o palacete Augusto Montenegro é tombado pelo Governo do Estado do Pará enquanto Patrimônio Histórico